was successfully added to your cart.

DiabetesObesidadeSaúde física

Fitoterapia e Alimentação – Parte 6

By 5 de fevereiro de 2018 No Comments

Vamos avaliar os vegetais que mais consumimos

 

 

VERDURAS

Agrião, alface, brócolis, couve, erva doce, escarola, espinafre, funcho, rúcula, salsão. Com exceção de brócolis, couve e espinafre, são comidos crus, o que faz com que não se perca nada de suas propriedades. Possuem baixo valor calórico, sendo ainda, fonte de magnésio e cálcio. Por outro lado são ricos em fibras que favorecem a motilidade intestinal. O brócolis é um ótimo exterminador de radicais livres e hoje também considerado um dos mais eficientes produtos contra o câncer. Seria interessante usar o método de permanganato na lavagem de todas as verduras para evitar contaminação.
Voltando ás saladas, temos o nosso agrião, que lavar cuidadosamente, pois o mesmo é cultivado em lugares úmidos o que favorece a presença de vários parasitas (deixar alguns minutos de molho em água com permanganato de potássio e lavá-lo a seguir) porém, não deixar de comer o mesmo, pois além de alimento é quase um medicamento para a garganta e vias respiratórias (muitos cantores clássicos usam esse recurso quando estão com a garganta afetada).
Outras verduras, tais como, brócolis, couve, couve flor, couve rabano, espinafre, funcho e repolho, costumam ser consumidas cozidas ou refogadas. Lembrar que ao refogar vamos utilizar óleos e gorduras que merecem um cuidado a parte, isto é evitar que queimem, pois nesse processo, assim como nas frituras o óleo pode se desdobrar e criar ácidos graxos tóxicos ou irritantes para o estômago.
A família das crucíferas (repolho e parentes) permitiu que Gengis Kan invadisse até países da Europa em uma época que no mundo todo pessoas morriam de beri- beri, escorbuto, pelagra e outras doenças advindas de uma alimentação incompleta. O único legado que ele deixou foi o conhecido chucrute ou sauerkraut dos alemães, que é repolho azedo . Devemos evitar a perda dos sucos dessas verduras, pois os mesmos são verdadeiros remédios.

LEGUMES

Abobora, abobrinha, alcachofra, alho, batata, berinjela, beterraba, cebola, cenoura, couve flor, couve rabano, ervilha, gengibre, mandioca, nabo, rabanete, tomate, vagem. Embora um pouco mais elevado, o valor calórico desses alimentos ainda é baixo, servindo perfeitamente a quem deve reduzir o peso. São fontes de vitaminas e sais minerais. O alcachofra, é ainda um ótimo desintoxicante para o fígado. Alho e cebola contem vários anti oxidantes.

O tomate, contem licopeno (anti- câncer prostático) porem deve ser evitado por quem sofre de cálculos renais devido ter também acido oxálico. Nesse caso substituir pela melancia. O gengibre é um ótimo desinfetante do sistema digestivo.

FRUTAS

Abacate, abacaxi, acerola, açaí, ameixa, banana, carambola, cereja, goiaba, graviola, jaca, jambolão, laranja, lima, limão, maçã, manga, mamão, maracujá, melancia, melão, morango, pera, toranja, uva. Apresentam valor calórico médio e podem ser usadas, com algumas restrições de quantidade por diabéticos. São grandes fontes de vitamina. A gordura do abacate é muito saudável, não tendo restrições além do valor calórico a ser controlado.

SEMENTES OLEAGINOSAS

Amendoim, amêndoa, avelã, castanha do Para, castanha de caju, coco, linhaça, macadâmia, noz, etc.. Apresentam valor calórico alto, devendo ser consumidas com controle, pois possuem muitas gorduras ,que porem, são saudáveis.

GRÃOS

Arroz, aveia, centeio, cevada, ervilha, feijão, grão de bico, lentilhas, milho, trigo. São fontes de carboidratos. Para otimizar o aproveitamento nutricional, usa-los sempre que possível na forma integral, quando moídos em farinha. O germe de trigo é a maior fonte de vitamina E, porem na farinha integral rança, por isso é removido da mesma.

Recomendação, sempre que possível comer trigo em grão, pois no grão não rança fácil. A aveia, devido à sua capacidade de absorção de água, pode ser usada em alimentos para emagrecer, pois cria uma falsa sensação de saciedade.

 

Palazzo do Diet Light – “Melhor Comprar de Quem Sabe o que Fala”

Bibliografia: Dietologia pratica de Pasqule Montenero e Camilo Bonessa FERRO EDIZIONI.
Tabela Quimica dos Alimentos de Guilherme Franco ATHENEU EDITORA
A Chave da Longevidade de Helion Povoa EDITORA OBJETIVA
Vivencia própria do articulista ovo lacto vegetariano a 55 anos Pedro Tomelleri

 

– Pedro Tomelleri

Deixe seu comentário
Bem vindo(a) ao Palazzo Diet Light!
Devido ao processo de exportação criamos o palazzodietlight.com, que atende clientes de dentro e fora do país mas que ainda faz parte da Palazzo Diet Light, com a mesma tradição e confiança que você já conhece.